Registro de Celeus obrieni (Aves: Piciformes: Picidae) no Parque Estadual do Cantão: implicações para conservação da espécie e para consolidação dos limites da primeira unidade de conservação de proteção integral em Tocantins

  • Túlio Dornas Universidade Federal do Tocantins. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente. Palmas, Tocantins, Brasil
  • George Georgiadis Instituto Araguaia de Proteção Ambiental. Caseara, Tocantins, Brasil
Palavras-chave: Celeus obrieni, Espécie ameaçada, Parque Estadual do Cantão, Unidades de conservação

Resumo

O pica-pau-do-parnaíba, Celeus obrieni Short, 1973, é uma espécie ameaçada de extinção e representa um caso de endemismo brasileiro. Inúmeros registros da espécie foram realizados ao longo do bioma Cerrado e em porções do extremo leste da Amazônia. Contudo, os registros nunca ocorriam dentro dos limites de unidades de conservação de proteção integral. Aqui, apresentamos o registro de Celeus obrieni em um fragmento de 600 hectares de floresta semidecidual com tabocais, localizado no Centro Administrativo e de Recepção de Visitantes do Parque Estadual do Cantão (CERAD-PEC), no oeste do Tocantins. Embora essa área seja de domínio público, pertencente ao estado, seus limites não foram incorporados ainda aos limites legais do PEC. Entende-se que, por um lado, a incorporação desta área resultará em ganhos significativos à proteção e à conservação da espécie e, por outro, fortalecerá ainda mais o trabalho de conservação da biodiversidade do ecótono Cerrado-Amazônia desenvolvido pelo PEC.

Publicado
2018-05-02