Caracteres estruturais foliares de Leandra e Miconia (Miconieae: Melastomataceae): importância taxonômica e ecológica

Palavras-chave: Anatomia foliar, Indumento, Anatomia da lâmina, Vascularização da nervura central, Vascularização de pecíolos

Resumo

Folhas de seis espécies de Leandra e Miconia foram investigadas estruturalmente, com atenção aos caracteres de interesse para separação das espécies e dos gêneros, bem como àqueles que podem estar relacionados ao estresse hídrico. Os espécimes foram coletados no Parque Estadual do Guartelá, Brasil, e descritos morfologicamente. Estudos anatômicos foram realizados em amostras foliares embebidas em historesina e seccionadas em micrótomo rotativo. A microscopia eletrônica de varredura foi feita em material fixado em glutaraldeído. As folhas de Leandra têm forma lanceolada-ovada, enquanto as folhas de Miconia possuem as lâminas oblongo-lanceoladas e lanceoladas. Ambos os gêneros possuem a vascularização do pecíolo composta de feixes colaterais, bicolaterais e anficrivais. As folhas são hipoestomáticas e dorsiventrais, variando no número de estratos dos parênquimas. A nervura central consiste em feixes concêntricos colaterais (em forma de U, em V ou circulares) ou concêntricos. A morfologia do indumento, a estrutura do mesofilo e a vascularização da nervura central são características de interesse para o diagnóstico de espécies. Provavelmente, são espécies que evitam a seca e consistem em plantas capazes de reduzir ou compensar a perda de água.

Publicado
2019-12-06